Opinião

Intérpretes do Brasil – Câmara Cascudo

Este é o décimo terceiro de uma série de artigos de Felipe Quintas sobre os intérpretes do Brasil. O Instituto Bonifácio promoverá, a partir da série, o curso Intérpretes do Brasil, a ser ministrado pelo próprio Felipe Quintas.

Intérpretes do Brasil – Cassiano Ricardo

Este é o décimo segundo de uma série de artigos de Felipe Quintas sobre os intérpretes do Brasil. O Instituto Bonifácio promoverá, a partir da série, o curso Intérpretes do Brasil, a ser ministrado pelo próprio Felipe Quintas.

Intérpretes do Brasil – Gilberto Freyre

Este é o décimo primeiro de uma série de artigos de Felipe Quintas sobre os intérpretes do Brasil. O Instituto Bonifácio promoverá, a partir da série, o curso Intérpretes do Brasil, a ser ministrado pelo próprio Felipe Quintas.

Vereador gaúcho tripudia sobre memória dos lanceiros negros desqualificando hino farroupilha

Pinheiro do Vale Os lanceiros negros devem estar fulos de raiva com o vereador Mateus Gomes, do Psol, que...
José Bonifácio

José Bonifácio, o estadista que fundou o Brasil

Arquiteto da Independência e da estruturação do Estado nacional brasileiro, Bonifácio segue como um exemplo para o Brasil moderno

Brasil: uma diplomacia em ruína

A reputação da diplomacia brasileira está em frangalhos aos olhos do mundo após colher uma sucessão de vexames e fracassos e tornar...

Por que os “Verdes” alemães atacam o Nord Stream 2?

Alerta Científico - Vol. 27 | nº 01 | 14 de janeiro de 2021 Elisabeth Hellenbroich, de Wiesbaden

Mudanças no futebol chinês podem impactar o negócio do futebol no mundo

Luís Antonio Paulino A China tornou-se nos últimos anos um dos principais mercados de futebol no mundo. Estrelas do...

Os dilemas do processo constituinte no Chile

Carlos Renato Ungaretti Tiago Nogara No dia 25 de outubro, a...

Aldo Comenta

Entrevista

Defesa, Forças Armadas e a proteção da Democracia, com Aldo Rebelo e Ciro Gomes

Aldo Rebelo participou de entrevista ao vivo no #RepareBem, com Ciro Gomes, na noite da última terça-feira (26). Confira a íntegra!

Manifesto: pela união nacional de amplas forças heterogêneas

Somente a união de amplas forças políticas, econômicas e sociais, em torno de uma proposta de reconstrução e afirmação nacional, pode abrir caminho para a superação da crise atual.

Datas Nacionais

Verdades e Mentiras

Rui Barbosa mandou queimar os arquivos da escravidão para apagar essa “mancha negra” da História do Brasil? Mentira! Ministro da Fazenda do governo provisório da República, abolicionista precoce, Rui mandou incinerar os registros de propriedade de escravos para evitar que os senhores cobrassem indenização por serem obrigados a libertar os cativos depois da Abolição de 1888. Ele achava que se alguém merecia indenização eram os ex-escravos.

Veja mais Mentiras e verdades

ABC do Brasil

O marinheiro Marcílio Dias era neto de escravos, a mãe negra e o pai português, nascido em Rio Grande, Rio Grande do Sul. Herói da Batalha Naval do Riachuelo em 11 de junho de 1865, quando o navio em que se encontrava foi abordado por três barcos paraguaios, travou luta corporal, cercado por quatro inimigos e teve o braço decepado na defesa da bandeira do Brasil. Em 1910 a Marinha criou a Medalha Marcílio Dias de Valor Militar, em 1919 foi fundado o Clube Náutico Marcílio Dias na cidade de Itajaí, em Santa Catarina. Em 1922 foi fundado o Instituto Estadual Marcílio Dias no Rio Grande do Sul, em 1926 foi criada a Casa Marcílio Dias, embrião do atual Hospital Naval Marcílio Dias, no Rio de Janeiro e em 1940 o presidente Getúlio Vargas lançou ao mar o contra torpedeiro Marcílio Dias. Em 1960 a Marinha do Brasil transladou os restos mortais da mãe de Marcílio Dias, Pulcena Dias, para a base do Monumento em homenagem ao marinheiro com duas placas de bronze onde se lê "A Pulcena Dias, mãe de Marcílio Dias, o eterno reconhecimento da Marinha". Marcílio Dias entrou para a história pelo exemplo de bravura, amor à Pátria e cumprimento do dever.

Veja mais ABC do Brasil

Qual é o problema?

A indústria nacional. Perdendo participação do PIB, que de 20% nos anos de 1980 caiu para apenas 11,8% em 2018, a menor taxa desde 1950, o setor industrial brasileiro patina na obsolescência, flerta com o sucateamento e não dá sinais de poder capacitar-se tecnologicamente para uma inserção internacional competitiva. Sem um projeto nacional de que privilegie a indústria como motor da inovação na Economia, o País jamais será rico e desenvolvido.

Veja mais Qual é o problema?

Você sabia?

O Brasil é o país que mais protegeu suas florestas: nada menos que 66% de seu território ainda é coberto pela mata nativa. E utiliza apenas 7,6% com a agropecuária, enquanto a Dinamarca explora 76.8%, a Irlanda, 74,7%, a Holanda, 66,2%, a Alemanha 56,9%, os Estados Unidos, 18,3%.

Veja mais Você sabia?

Brasilidades

A Seção Brasilidades do Portal Bonifácio comemora, neste 24 de fevereiro, o aniversário de 89 anos da conquista do voto feminino no Brasil. A primeira iniciativa pelo voto feminino no Brasil data de 1831, quando os deputados José Bonifácio de Andrada e Silva e Manuel Alves Branco...

Na ponta da língua

Marmiteiro vai às urnas

A palavra marmita, importada do francês marmite, desdobrou-se no brasileirismo marmiteiro e virou um termo importante na política. Nas eleições de 1945,...

Documento

Resenha da semana

Baú de Atualidades