A comemoração da Independência do Brasil

    No dia 7 de setembro de 1822, D Pedro I proclamava a nossa independência. O Brasil deixava de ser a colônia portuguesa de além-mar e passava a ser uma nação livre e soberana que caminharia com seus próprios pés.

           Para um brasileiro, a relevância da comemoração desta data está diretamente relacionada ao sentimento que tenha para com o seu país, o que, de certa forma, é resultado do entendimento da importância que o Estado tem em nossas vidas e do papel que nos cabe, como cidadãos.

    Infelizmente, por várias razões, algumas até perversas, esta questão não vem sendo tratada de forma adequada em nossas Escolas e nem tão pouco em outras instâncias, tendo como exemplo parte da nossa imprensa.

           Na sua luta diária pela sobrevivência, o cidadão comum não se dá conta de que tudo aquilo que está a sua volta e orienta sua vida é fruto da existência do Estado que lhe dá as condições para que escolha seus representantes, ordena por meio das leis a sua vida social, econômica e política e, ainda, lhe deve prover segurança, saúde e educação.

           É neste pedaço de chão que nascemos e vivemos, crescemos, trabalhamos, temos lazer, nos comunicamos com idioma próprio, temos liberdade de ir e vir, entre muitas outras coisas. Esta é a nossa pátria. Sem ela nada nos seria garantido, basta olharmos a situação dos milhares de refugiados que vagam pelo mundo vivendo em condições sub-humanas. Nós e nossas famílias não estamos largados à mingua, fazemos parte de algo maior.

           Desde o grito do Ipiranga muitos brasileiros edificaram e multiplicaram as nossas cidades, mantiveram as nossas fronteiras, engrandeceram o Império, criaram e aperfeiçoaram a nossa República, lutaram por um país mais justo e livre, contribuíram para uma inserção maior da mulher na sociedade, bem representaram o nosso país nos fóruns internacionais e nos campos de batalha na II Guerra Mundial e promoveram o desenvolvimento nacional.

           Quando passamos a ter o sentimento de pátria damos um significado mais amplo a nossa existência uma vez que nos inserimos na história de uma entidade perene que existia antes de nascermos e continuará muito além de nosso passamento.

           Assim como comemoramos o aniversário de todos os que nos são caros, não nos faltam razões para festejar a data de nascimento de nosso país, que foi o nosso berço, berço de nossos ancestrais e será de nossos herdeiros.  

           Ao comemorarmos devemos lembrar do compromisso que temos com aqueles que nos legaram tudo que temos e somos hoje, do compromisso que devemos manter com aqueles que ombreiam conosco neste mesmo espaço do globo terrestre, e também o compromisso com as gerações futuras, o que nos orienta para dar o nosso melhor para que filhos e netos vivam em lugar seguro e próspero.

           Viva o 7 de setembro. Viva a República Federativa do Brasil. Viva a nossa Pátria!

    3 COMENTÁRIOS

    1. Belíssima homenagem e manifestação de amor ao nosso país! O Sete de Setembro é o dia em que devemos demonstrar respeito e preservar e honrar a conquista de nossos heróis: a Independência do Brasil! Oremos para que Deus abençoe sempre esta Terra de Santa Cruz!
      Parabéns, General Diniz, pelo belo texto! 👏🇧🇷

    Deixe um comentário

    Os comentários serão avaliados pela redação. Solicitamos que o debate de ideias seja mantido em nível elevado, à altura da busca de soluções para os problemas nacionais. Não se admitem xingamentos pessoais nem acusações que configurem os crimes de calúnia, injúria e difamação.

    Escreva seu comentário!
    Digite seu nome aqui