O que ler para conhecer o Brasil

Joaquim Nabuco

Joaquim Aurélio Barreto Nabuco de Araújo (Recife, 1849 – Washington ,1910) escreveu uma das principais obras da historiografia nacional e de interpretação do Brasil: Um Estadista do Império, ao mesmo tempo memória e ensaio biográfico sobre a vida de seu pai, Nabuco de Araújo, ministro da Justiça do Império. Joaquim Nabuco escreveu ainda outra obra monumental contra a escravidão: O abolicionismo. Aristocrata convertido ao abolicionismo, foi fundador da Academia Brasileira de Letras, amigo de Machado de Assis e contemporâneo na Faculdade de Direito do poeta Castro Alves, do jurista Ruy Barbosa e dos futuros presidentes Rodrigues Alves e Afonso Pena. Nabuco prestou serviços ao Brasil como diplomata, embora tenha sido marcado pela inesperada derrota na Questão do Pirara, quando o Brasil perdeu parte do atual estado de Roraima para a Inglaterra em uma arbitragem trapaceada conduzida pelo rei da Itália. Nabuco era nosso advogado e o desgosto pela derrota levou-o a nunca mais voltar ao Brasil, falecendo na capital dos Estados Unidos em 1910. O perfil que traça de alguns dos estadistas do Império em sua obra maior é um dos momentos sublimes da literatura memorialística nacional e, portanto, Joaquim Nabuco é uma das leituras obrigatórias para quem quer conhecer o Brasil.

Deixe um comentário

Os comentários serão avaliados pela redação. Solicitamos que o debate de ideias seja mantido em nível elevado, à altura da busca de soluções para os problemas nacionais. Não se admitem xingamentos pessoais nem acusações que configurem os crimes de calúnia, injúria e difamação.

Escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui