Monteiro Lobato

Neste Dia Nacional do Escritor, 25 de julho, a Seção Brasilidades do Portal Bonifácio homenageia o contista, editor, ensaísta, tradutor e caricaturista Monteiro Lobato (Taubaté-SP, 1882 – São Paulo-SP, 1948). A data foi instituída em 1960 por meio de uma portaria do então ministro da Educação e Cultura Pedro Paulo Penido para valorizar autores e autoras da literatura nacional durante o I Festival do Escritor Brasileiro, patrocinado pela União Brasileira de Escritores (UBE). Nacionalista, sua obra mais conhecida é Sítio do Pica-Pau Amarelo, com 23 volumes. Dirigida às crianças, escrita durante 1920 e 1947 e traduzida para diversos idiomas, foi transformada em história em quadrinhos e séries para televisão e peças de teatro, com discografia própria. Monteiro Lobato fundou em 1925 a Companhia Editora Nacional para estímulo e valorização da literatura brasileira, como dizia: Um país se faz com homens e livros. Patriota, em 1947 liderou a campanha O Petróleo é Nosso. Hoje o município de Monteiro Lobato-SP, corresponde à então região da fazenda Buquira, herdada de seu avô Visconde de Tremembé.

Deixe um comentário

Os comentários serão avaliados pela redação. Solicitamos que o debate de ideias seja mantido em nível elevado, à altura da busca de soluções para os problemas nacionais. Não se admitem xingamentos pessoais nem acusações que configurem os crimes de calúnia, injúria e difamação.

Escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui